Quero encontrar ...

segunda-feira, setembro 12, 2011

Quê Brasil queremos?

Quando você pergunta: Quê Brasil nós queremos?" você espera uma resposta.

Algo do tipo "eu quero um Brasil nacional-socialista", ou "eu quero um Brasil comunista", enfim, cada um vai dar uma resposta à pergunta, que responda à pergunta.

Espera-se que haja alguém com coragem para DIZER O BRASIL QUE QUER.

No entanto, o que se vê é um bando de gente dizendo "o Brasil que NÃO QUEREMOS".

Praticamente tôdas as postagens são sôbre como está tudo errado e quase nada sôbre o que queremos por certo.

Em nosso Grupo de Federalistas eu venho dizer "O Brasil Que Eu Quero", e não há quase ninguém que queira o mesmo Brasil que eu.

Ou eu estou errado, ou está errado o Brasil que eu quero ou ninguém quer nada com nada, apenas falar contra algo que, afinal, todos ajudaram a fazer, uns por omissão, outros por devoção - os católicos, marxistas, evangélicos são fundamentalistas crentes que querem um país crente - o Brasil de sua crença - e não vêem que um Estado não pode ter crença.

Não importa, realmente, qual a crença de cada um - é o livre-arbítrio que determina a crença de cada um - o que importa é se cada um pode construir um País onde TÔDAS AS CRENÇAS possam ser praticadas.

E aí, vamos e venhamos - vocês hão de concordar - um crente não pode construir um País para tôdas as crenças, justamente porque êle já vê UMA crença, e SÓ UMA.

Mas precisamos de TODOS e de SUAS CRENÇAS para construir um País onde TÔDAS AS CRENÇAS sejam livres.

Então porque a maioria fala como se fôsse o líder de todos os outros e a cada dia vemos mais do mesmo?

Porquê, quando alguém propõe algo, as pessoas tendem a dizer que o "algo" que ELAS quere propor - mas não propôem - "não é bem aquilo...", ou deixar implítico?

Tem um grupo que propõe a OBRIGATORIEDADE de funcionários colocarem seus filhos em escolas públicas - e quem propôs esta besteira é um senador que se diz educador - tem outro que quer que os políticos sejam OBRIGADOS a terem seu SIGILO BANCÁRIO QUEBRADO.



E êstes grupos têm milhares de apoiadores!

Tenho a impressão que o FASCISMO - o SOCIALISMO já está em prática no Brasil desde mais de 30 anos - é a "bola da vez": no SOCIALISMO o capital é subjugado e super-taxado para trabalhar SEM MERCADO sob o contrato formal permanente do ESTADO PROLETÁRIO.

Os socialistas são comunistas inteligentes.

O sistema financeiro é ESTATIZADO - o Banco Central determina as TAXAS DE JUROS - não a produção, o Banco Central determina a taxa de INFLAÇÃO - não o clima e o mercado, os transportes são determinados pelo Estado - que planeja o USO DO SOLO para PRODUZIR a especulação imobiliária que é EXECUTADA PELAS IMOBILIÁRIAS - empresas privadas - o ENSINO É ESTATIZADO - as escolas de todos os níveis DEVEM TER AUTORIZAÇÃO para funcionar e os PAIS SÃO PROIBIDOS DE ENSINAR SEUS FILHOS, sendo OBRIGADOS a colocarem suas crianças em escolas com a maioria dos professôres COMUNISTAS.

Os táxis são ESTATIZADOS.

Não existe praticamente NENHUMA INSTÂNCIA DA ECONOMIA E DA POLÍTICA QUE NÃO ESTEJA ESTATIZADA e TODO MUNDO quer mudar PORQUÊ O PAÍS É CORRUPTO.

O Capitalismo de Estado é dominante.
Mas se praticamente TUDO É ESTATAL e TODOS reclamam da CORRUPÇÃO DO ESTADO PORQUE QUEREM MAIS ESTADO?
 
Pergunto a CADA UM DE VOCÊS: vocês sabem quem é o OUTRO do OUTRO?

Existe, realmente, qualquer razão concebível que justifique tôda esta CHORAMBULÂNCIA POLÍTICA E ECONÔMICA?

Eu quero, eu quero, eu quero ...
 
Quando é que alguém vai dizer "eu faço... eu faço ... eu faço ..."?
"O que é que estou fazendo nêste disco? ..."

Êles dizem "Yes we can..." mas não dizem "Yes we shall do!" 

E nós, o que dizemos?

quinta-feira, setembro 08, 2011

Não existe candidato honesto, logo, não existe eleito honesto


 Não existe candidato honesto, logo não existe eleito honesto, o nosso sistema eleitoral é corrompido!! Temos de escolher o que já foi escolhido pelos chefes das quadrilhas(partidos políticos)!!
Se o ADVOGADO GERAL DO MUNICÍPIO fôsse eleito pelo povo êle não permitiria nada disto e a polícia da cidade - o CHEFE DE POLÍCIA também é eleito pelo povo - agiria com o rigor que todos estamos cobrando dos que estão aí, e que por estarem AÍ não vão fazer NADA.

EXISTE CANDIDATO HONESTO - VOCÊ É UM DÊLES - mas você não quer ser. Eu também sou mas tôda a vez que tento falar disto recebo um chute no traseiro porque ninguém gosta de SEGUIR, o bom é ser seguido. Sequer concordar, mesmo sem seguir, o simples fato de pensar que "vou votar nêle" é o suficiente para continuar a falar mal dos políticos corruptos, dizer que "todos são corruptos" e assim, quando alguém disser "vamos mudar", é mais um corrupto que vem aí ...

Você sabe quem é o outro do outro?

E como todos como você pensam da mesma forma os comunistas lavam a égua nas urnas.

Todo mundo que está aqui tem uma queixa e uma verdade, mas quando alguém diz "vamos fazer assim" TODOS se omitem - politicamente corretos - E NÃO SEGUEM para não seguir.

Ninguém quer a pecha de ser conhecido como LIBERAL, como se fôsse ruim ser contra o extermínio de mais de 100.000.000 de chineses para coletivizar o campo ou o extermínio de 25% da população da Ucrânia em UM INVERNO - 1933/34 - pela FOME.

O exército vermelho entrava nas casas de TODO MUNDO e CONFISCAVA A COMIDA - TÔDA A COMIDA - e 7.000.000 de ucranianos PADECERAM DA FOME ATÉ MORRER.

Para recolher os mortos pela fome o exército vermelho recolhia as pessoas nas casas e quando encontrava alguém à beira da morte, leva assim mesmo para não ter de voltar depois.

Cada corpo recolhido valia 200g de pão.

Nikita Serguêievitch Khrushchov ganhou muito pão pela eficiência revolucionária com que "trabalhou" pela "revolução proletária" recolhendo corpos ... todos os corpos.

E enterravam os vivos junto com os mortos.

Sobreviventes da FOME DA UCRÂNIA disseram que a "terra se movia".

Florestas têm árvores com os nomes dos mortos.

Isto é o SOCIALISMO que os descerebrados, débeis-mentais e sem-caráter seguidores do Mensaleiro-mor Marx seguem e querem instalar no Brasil - e estão fazendo.

E a omissão dos que têm, ainda que tenham pouco, é a melhor arma dos comunistas.

Ficamos aqui debatendo sexo dos anjos e não tem nenhum anjo por perto.

quarta-feira, setembro 07, 2011

O Serviço Público é PARA o público?



  • O Serviço Público é INSTITUÍDO pela assim chamada "sociedade civil organizada" - um eufemismo para não assumir uma posição "política" anti-militarista - a sociedade militar organizada - como rescaldo da "revolução" de 1964 - contra-golpe ao golpe comunista que estava em curso - como agora está em curso a implantação - e foi derrotado em luta armada.


    O Serviço Público visto sob o prisma do comunismo é uma coisa e sob o ponto de vista Liberal é outra.

    Se formos às bases dos princípios políticos que constituem o Estado Brasileiro - o atual, capitalista, conforme a CF88 - veremos que não há uma luta CONTRA o capitalismo, apenas uma disputa para decidir QUEM vai ADMINISTRAR êsse capitalismo.

    Assim, um "serviço público" pode ser um eufemismo para uma logística de distribuição, pura e simples, como numa sociedade comunista.

    há 7 minutos · 

  • No caso brasileiro, o PODER DE IMPÉRIO - as eleições - INSTITUEM os PODÊRES NACIONAIS - Legislativo, Judiciário e Executivo - e o PODER DE GESTÃO institui os SERVIÇOS PARA O PÚBLICO.


    Assim, o SERVIÇO PÚBLICO é prestado pelo poder derivado do PODER DE IMPÉRIO: um Deputado Federal exerce mandato popular - é detentor de PODER DE IMPÉRIO - e o Legislativo É UM SERVIÇO PÚBLICO.

    Um Departamento municipal de águas e esgôtos deriva do PODER DE GESTÃO e é um SERVIÇO PARA O PÚBLICO.

    É aqui que se encontram os liberais e os comunistas para pedir aos eleitores que escolham quem vai administrar a sociedade.

    Dentro do escôpo da "sociedade civil organizada" estão tôdas as organizações públicas e privadas que PRESTAM SERVIÇO PARA O PÚBLICO, isto é, as empresas privadas que prestam serviços de transporte de passageiros, de água, de comunicação, de energia, etc.

    Se uma população de uma cidade quer que um serviço PARA o público seja prestado pelo próprio Município, poderá determinar que assim seja, sem, no entanto, descaracterizar o SERVIÇO PARA O PÚBLICO, não se tornando o prestador do serviço um membro do poder que deriva do PODER DE IMPÉRIO.

    Esta é uma confusão que se soma à confusão do que é PÚBLICO e do que é PRIVADO.

    Mas isto é assunto para outra postagem.

Corrupção não é crime hediondo

O fato da maioria querer se livrar da corrupção não significa que a melhor maneira seja esta.

Esta proposta, deliberadamente, confunde as pessoas que não pensam sôbre o assunto em mais profundidade e induzem-nas a aceitar propostas fascistas e intervencionistas, autoritárias, para "resolver" uma situação cuja solução não aceita as premissas do projeto de lei que propõe que a corrupção seja um crime hediondo.

Então, aceitando as premissas propostas, um crime hediondo seria VOTAR EM UM CORRUPTO.

Mas, mesmo que você prove isto, não ha cadeia suficiente para prender mais de dois têrços da população do brasil.

Políticas Públicas e Responsabilidade Fiscal



Vamos entender como as Políticas Públicas podem interferir no processo de Planejamento Governamental


POLÍTICAS PÚBLICAS


Preliminarmente peço que considerem a possibilidade de as assim chamadas "Políticas Públicas" não serem exclusividade do Govêrno.

Não há, necessariamente, uma "Política Pública" que DEVA ser de govêrno.

Êste não é um conceito "de govêrno".

Partindo-se da clássica imagem da "sociedade civil organizada" - que aparentemente se contrapõe à sociedade militar organizada, ou à sociedade clerical organizada - o que já é um êrro de conceito - mas chamo o conceito assim mesmo porque está no imaginário popular e quero me referi ao imaginário - então uma Política Pública NECESSARIAMENTE DEVE VIR DA sociedade civil organizada - NÃO DO govêrno.

PLANEJAMENTO GOVERNAMENTAL

Se continuarmos com o vício da imagem "pública" das políticas então, necessariamente, caimos na armadilha do "planejamento governamental", o que é outra incorreção de conceito, pois se você parte de uma "sociedade civil organizada", NECESSARIAMENTE, NÃO PODE ACEITAR QUE O GOVÊRNO PLANEJE justamente porque você pôs o govêrno lá, logo, O SEU PLANEJAMENTO JÁ FOI FEITO QUANDO DEBATEU COM SEUS CANDIDATOS.

Isto é, a sociedade, quando debate a política que quer seja implementada com seus candidatos, JÁ FÊZ O PLANEJAMENTO GOVERNAMENTAL.

Mas então O QUÊ É O PLANEJAMENTO GOVERNAMENTAL?

É aquêle planejamento que VOCÊ NÃO QUER FAZER e elege alguém para FAZER POR VOCÊ.

E êle faz.

E ganha muito com isto.

Serve-se de você ao invés de servir você.

É o que vemos há mais de 500 anos nas Terras do Pau Brasil.

Então - e a realidade mostra que é assim - se o planejamento governamental é uma falácia - pois é feito CONTRA o cidadão - QUAL O PLANEJAMENTO que queremos?

Primeiro, temos de responder:
QUAL O BRASIL QUE QUEREMOS?
O Planejamento governamental, através do orçamento, é instrumento indispensável da implementação política de um governo.

O planejamento governamental é atividade obrigatória por parte da administração Pública, como advento da Lei 101/2000, conhecida como LEI DE  RESPONSABILIDADE FISCAL.

O orçamento É A CAUSA DE TÔDA A CORRUPÇÃO DO BRASIL.

Fácil ver que os políticos que você elegeu para FAZER O PLANEJAMENTO por você está fazendo EXATAMENTE O QUE VOCÊ MANDOU FAZER: PLANEJAR.

Com o SEU - meu - dinheiro e sua - minha, mas eu não quero -  autoridade.

E depois que o SEU político GASTA O SEU - e meu - DINHEIRO você QUER MUDAR TUDO PARA FICAR NA MESMA, pois você quer: 
PLANEJAMENTO GOVERNAMENTAL.

Não há a menor necessidade da existência de um Orçamento Federal - bem, a FEDERAÇÃO tem de viver, isto é, funcionar, assim, DEVE haver um orçamento federal que SUSTENTE UNICAMENTE OS ENTES DA FEDERAÇÃO - isto é, NÃO DEVE HAVER ORÇAMENTO FEDERAL PARA POLÍTICOS GASTAREM.

Lembre-se, você os elegeu PARA PLANEJAR, não PARA GASTAR.

Assim, se TODO O DINHEIRO FICAR NO MUNICÍPIO, e êste pagar APENAS 7% de sua arrecadação para sustentar a UNIDADE FEDERADA a que pertence e mais 7% para sustentar a FEDERAÇÃO, então, teremos um ORÇAMENTO FEDERAL IMPERATIVO, isto é, ninguém poderá dispor de dinheiro público - federal ou estadual - para gastos políticos.

Se você disser que a FEDERAÇÃO tem dez entes federados - ministérios, etc - então o orçamento federal servirá para sustentar estas atividades.

Isto nos leva ao SENADO, que DEVERIA ser a casa da FEDERAÇÃO - compôsto por representantes das UNDIDADES FEDERADAS - os senadores representariam as UUFF e trabalhariam para fazer a legislação federal estar de acôrdo como os PRINCÍPIOS FEDERALISTAS.

Por isto que numa Nação Federalista o vice-presidente da Federação preside o Senado Federal, pois o que é votado no Senado Federal DEVE ESTAR DE ACÔRDO COM AS VONTADES DOS ESTADOS.

Vejam como estamos LONGE do modêlo óbvio de FEDERAÇÃO - e o quanto temos de trabalhar para chegar lá - e o quanto estamos longe de mudar isto quando caimos nas ciladas dos corruPTos que querem ... mudar tudo ... para ficar tudo como está.

Não acredite em PLANEJAMENTO GOVERNAMENTAL - lá êles não planejam nada, só gastam nosso dinheiro - nem em POLÍTICAS PÚBLICAS, porque é justamente com tais políticas que êles GASTAM NOSSO DINHEIRO.

Não tem PPP em município pequeno, não tem o que roubar em orçamentos pequenos.

No sistema atual, não há nada que possamos fazer para mudar isto porque êles têm as eleições para comprar os interêsses  dos poucos que participam ... do planejamento e do orçamento.

Precisamos mudar o conjunto para ficarmos dentro dêle, e não fora, como estamos agora.

RESPONSABILIDADE FISCAL

A responsabilidade fiscal é - deveria ser - como os políticos que elegemos para administrar o MUNICÍPIO - nas Unidades Federadas, os Estados, ou a FEDERAÇÃO - deveriam agir para tornar as POLÍTICAS PRIVADAS - o desenvolvimeto econômico, social, jurídico, etc, NASCE da atividade privada - se tornarem ações públicas.

Vejam o exemplo da Malú Alckmin em São Paulo, com a iniciativa privada que ela fêz com bancos para construir padarias comunitárias, criando vagas de trabalho, oferecendo a oportunidade para pessoas pobres terem renda e resgatando a dignidade pessoal delas com TRABALHO PRIVADO.

É a INICIATIVA PRIVADA, dentro dos princípios de LIVRE INICIATIVA e aumentando a disponibilidade de PROPRIEDADE PRIVADA e renda.

Como vemos, não há nada em políticas públicas que tenha êste efeito.

Convido a todos a REPENSAREM os conceitos de PÚBLICO e PRIVADO.

Será muito importante para nosso futuro.


Abraços do Cerrado.

quinta-feira, setembro 01, 2011

Um Partido Para os Liberais: para TODOS os Liberais

Creio que as propostas que fazem os membros do Partido Federalista e dos Libertários são demasiado específicas, como que procurando somente por pessoas que pensem de uma determinada forma e não componham com outras modos de pensar.

Não que hajam dois liberalismos - creio que é só um - mas certamente as pessoas não têm o MESMO pensamento sôbre QUALQUER assunto, assim, temos de considerar que as pessoas PODEM SER LIBERAIS ao seu modo, preservando suas idiossincrasias, isto é, temos abordagens diversas para um mesmo problema.

Gostaria de fazer parte de um grupo de pessoas que se comprometam em fundar um Partido Liberal em que tôdas as correntes de pensamento que possam contribuir para uma AÇÃO LIBERAL colaborem em um mesmo lugar político - o Partido.

Êste é o ponto de partido para uma AÇÃO LIBERAL NACIONAL, a criação de um MOVIMENTO LIBERAL PARA O BRASIL.

O Liberalismo não pode se restringir à economia, como querem os comunistas, pois se o Liberalismo se torna um MOVIMENTO SOCIAL os comunistas perdem o rediscurso dêles - o discurso Liberal como meio de atingir o poder político e a ditadura do proletariado como forma de manter o poder político - e ficam sem "clientes".

Podemos fazer um partido assim.

Estamos debatendo isto em www.InstitutoFederalista.com/debate/ e lá poderemos escrever o Estatuto do Partido bem como do movimento.

Um ponto importante sôbre a ação partidária é que precisamos de relativamente poucas pessoas para criar e manter a burocracia do Partido - são os burocratas da política - pessoas muito importantes porque vão doar seu tempo para criar e manter a estrutura administrativa e burocrática do Partido.

Não precisamos de milhões de membros no Partido, apenas os necessários para a manutenção da administração do Partido.

Os militantes e os apoiadores é que vão fazer o partido funcionar.

E a militância é MUITO, muito importante.

Creio que é êste o comêço.

Abraços do Cerrado